10 de dezembro de 2007

Poupe a vara e estrague a criança

Poupe a vara e estrague a criança

Josh Montez

A Federação Americana de Pediatras revela que surrar é um modo eficiente de disciplinar seus filhos que, se usada de forma correta, não traz danos.

Os pais que sentem que seus filhos novos e incontroláveis precisam de uma boa e velha surra de vez em quando têm o apoio da Federação Americana de Pediatras. Pesquisas do grupo médico revelam que surrar “pode ser uma parte útil e necessária de um plano disciplinar bem-sucedido”. O Dr. Den Trumbull, da FAP, diz que às vezes é necessária.

“Com crianças novas, raciocino e explicações são insuficientes quando as persuadimos a ter uma boa conduta”.

É claro que é possível usar uma surra de forma errada. Por isso, o Trumbull tem algumas instruções para torná-la eficaz e raramente necessária.

“Deve-se usar uma surra como medida preventiva. A criança deve receber aviso. A surra deve sempre ser administrada em particular, seguida por um abraço amoroso da criança com uma explicação do motivo da surra”.

A declaração da FAP está em direta oposição à Associação Médica Americana que condena surrar e a liga à violência juvenil. Mas Marjorie Lindner-Gunnoe da Universidade Calvin chama a posição da FAP de ‘revigorante’.

“É bacana ver uma abordagem um pouco mais equilibrada. Penso que estamos tendo algumas perspectivas múltiplas, enquanto que no passado as perspectivas eram só de um lado”.

Lindner-Gunnoe diz que uma surra lembra à criança que a vida tem limites. É como a criança aprendendo a não tocar num forno quente.

Traduzido e adaptado por Julio Severo: www.juliosevero.com.br; www.juliosevero.com

Fonte: CitizenLink

Leitura recomendada:

Federação Americana de Pediatras: “É certo os pais darem surras”

Direitos das crianças: O que a ONU e o Estado fazem para controlar as famílias

Quando um pai não disciplina o próprio filho

3 comentários :

Anônimo disse...

Caro Júlio,

Veja só:

"Una profesora de EpC aconseja "relaciones con todos los sexos" antes de elegir"

aqui:

http://www.libertaddigital.com/index.php?action=desanoti&cpn=1276318276

ou aqui:

http://www.oinsurgente.org/2007/12/10/educacao-para-a-agenda-lgbt/

Cumprimentos,

Anônimo disse...

Júlio

Você não vai comentar a vitória da oposição contra mais um roubo petralha?

Nós, o povo, que somos contra a cpmf (pesquisas de opinião confirmam, a maioria do povo é contra), forçamos o psdb a apoiar o DEM. Uma primeira vitória, entre muitas que virão, se nos mantivermos firmes.

De quebra, vimos os covardes anciãos Simom e Peres sendo desmascarados. Principalmente o Simom, que levou duas "bolachas" retóricas, de Virgílio e Agripino.

Ver a cara de ideli, sorumbática, não tem preço...

Seja envergonhado para sempre o lula, que constrangeu o governador do DF a recebe-lo em casa, para ameaça-lo. FHC, mesmo com seus defeitos, jamais faria um papelão desses.

E parabéns ao corajoso Mão Santa!!! Médico de homens e de orçamentos.

Desmistificador

Anônimo disse...

O encontro entre Mula e Arruda deve ter sido algo de tenebroso. Quem viu a entrevista dele após o encontro pôde perceber um misto de constrangimento e medo em seu rosto. Quais teriam sido as ameaças feitas pelo presimente ao governador?
Deus nos guarde!