1 de agosto de 2007

Prefeito pediu desculpas, mas não do jeito que os ativistas gays exigiram

Prefeito pediu desculpas, mas não do jeito que os ativistas gays exigiram

Ele declarou aos cidadãos que eliminará a calamidade da sodomia pública na cidade de Ft. Lauderdale

Peter J. Smith

FORT LAUDERDALE, Flórida, EUA (LifeSiteNews.com) — O prefeito de uma grande cidade finalmente fez um pedido público de desculpas que deixou os ativistas homossexuais irados e deixou os defensores da família jubilosos por sua defesa da decência.

Jim Naugle, prefeito da cidade de Ft. Lauderdale, convocou uma conferência de imprensa na prefeitura dia 24 de julho, afirmando aos jornalistas que ele tinha a intenção de pedir “desculpas”. Os ativistas homossexuais e os jornalistas esperavam que Naugle se retratasse de comentários publicados anteriormente no jornal South Florida Sun-Sentinel, nos quais o prefeito disse que a proposta de banheiros automáticos que a cidade ia comprar para as praias teria um benefício a mais: impedir a “atividade homossexual”.

Naugle, o prefeito democrático da cidade, também declarou que prefere usar o termo “homossexual”, não “gay”, pois os homossexuais estão “infelizes” de obedecer às ordens dos ativistas homossexuais para que ele demita-se de seu cargo ou peça desculpas.

O prefeito Naugle finalmente pediu desculpas, exceto que em vez de se retratar de sua declaração polêmica, ele pediu desculpas aos cidadãos de Fort Lauderdale por não ter feito muito mais para acabar com a atividade homossexual pública que vem ocorrendo nos parques, praias e banheiros públicos de Fort Lauderdale.

“Eu não tinha consciência da gravidade que é o problema da atividade sexual que vem ocorrendo nos banheiros em lugares públicos e parques ao redor do Condado de Broward, principalmente na cidade de Fort Lauderdale”, afirmou Naugle aos jornalistas.

“Tenho recebido muitas informações sobre esse problema e quero pedir desculpas às crianças e aos pais de nossa cidade por não me conscientizar desse problema”.

O gabinete de Naugle vinha recebendo informações do país inteiro, mas Naugle disse que a informação mais importante veio de um ativista homossexual local e “um cara que chamo de amigo”, Norman Kent, que escreveu um artigo condenando a prática do sexo em lugares públicos e alertou Naugle com relação a um site chamado “em busca de sexo”.

O site dá uma lista de 13 páginas impressas de lugares na cidade de Fort Lauderdale onde os homossexuais podem se encontrar com outros homossexuais para ter sexo anônimo. O próprio site vem enfeitado com pornografia homossexual e referências a parques, academias de malhação, lojas de departamento, shopping centers, mercados, praias, etc. (Dá para se ver uma lista muito mais desinfetada no site de Americans for Truth — alertando que mesmo o conteúdo desinfetado é ofensivo e impróprio para as crianças: http://americansfortruth.com/news/homosexual-male-cruising-site-lists-12-pages-of-anonymous-sex-hook-up-locations-in-ft-lauderdale-alone.html)

“Para mim isso é totalmente inaceitável”, o prefeito afirmou aos jornalistas. “Não acho que no nome da inclusividade ou da tolerância alguém na cidade tenha de tolerar essas coisas”.

“Minha meta é que os parques da nossa cidade sejam removidos dessas listas”, concluiu Naugle, que exortou todos os cidadãos a entrarem em contato com a polícia se testemunharem alguma atividade ilegal.

Naugle também pediu que os “membros responsáveis da comunidade homossexual” ajudem a cidade a parar essa conduta homossexual pública. Ele declarou que a secretaria municipal de saúde recentemente anunciou que o Condado de Broward está liderando a nação em novos casos de HIV/AIDS na categoria de homens que têm sexo com homens e criticou a secretaria de turismo por convidar homossexuais ao Condado de Broward com toda a crise de HIV/AIDS ocorrendo.

“Estou realmente pedindo que a comunidade homossexual se una a mim, cesse essa atividade, para o bem das crianças, pais e comunidade”.

Quando um jornalista homossexual lhe perguntou se ele tinha alguma desculpa a dar aos homossexuais, com muita habilidade Naugle respondeu: “Peço desculpas por não ter tratado desse problema há mais tempo. Talvez algumas vidas poderiam ter sido salvas”.

Ao deixar a conferência, ativistas homossexuais irados começaram a gritar em direção a Naugle, dizendo “vergonha, vergonha” e “você é uma vergonha para a nossa cidade”.

Peter LaBarbera de Americans for Truth disse que o prefeito Naugle deveria ser congratulado por sua posição corajosa contra um bando de “extremistas barulhentos e a mídia liberal”.

“Finalmente, uma autoridade pública com a coragem de tomar uma postura diante dos militantes homossexuais e seus aliados nos meios de comunicação”, declarou LaBarbera. “Imagine: um prefeito de cidade grande tenta parar nojentas perversões de ocorrerem em lugares públicos — e o lobby pró-homossexualismo diz que o prefeito é que é o problema e está envergonhando a cidade!”

Traduzido e adaptado por Julio Severo: www.juliosevero.com.br; www.juliosevero.com

Fonte: http://www.lifesite.net/ldn/2007/jul/07072604.html

Um comentário:

Carlos disse...

Julio, ainda existem bons homens na político. Glória a Deus!
Voce sabe como enviar uma mensagem de apoio a esse prefeito, um elogio ou algo do tipo? caso saiba me envie por email por favor.