10 de agosto de 2007

Irã, Petrobras e Lula: desafiando as leis de Deus

Irã, Petrobras e Lula: desafiando as leis de Deus

Julio Severo

Há indivíduos que gostam de desafiar as leis da natureza. Outros gostam de desafiar as leis da gravidade. Outros ainda, achando que são mais espertos, desafiam leis muito mais elevadas. O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, está entre esses últimos.

Deus prometeu a Abraão e seus descendentes: “Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem”. (Gênesis 12:3) No que depender de Ahmadinejad, Israel deverá sofrer muito mais do que maldições.

De acordo com matéria do jornal Folha de S. Paulo de 15 de abril de 2006:

Discursando na abertura de uma conferência de apoio aos palestinos, em Teerã, Ahmadinejad disparou vários outros dardos verbais contra Israel. Afirmou que o país é “uma ameaça permanente” ao Oriente Médio e que será “libertado em breve”, e voltou a colocar em dúvida o Holocausto nazista cometido contra os judeus na Segunda Guerra. “Goste ou não goste, o regime sionista se encaminha para a aniquilação”, disse o presidente. “O regime sionista é uma árvore podre, seca, que será eliminada por uma tempestade”. Em outubro do ano passado Ahmadinejad provocou comoção mundial ao dizer que Israel deveria ser “apagado do mapa”. Dois meses depois voltou a causar espanto, ao classificar o Holocausto de “mito”.

Para concretizar seus desejos com relação a Israel, o governo de Ahmadinejad está construindo armas nucleares, com a ajuda da Rússia e outros países inimigos de Israel. No entanto, o presidente americano George Bush já avisou: as tropas dos EUA defenderão Israel contra as ameaças do Irã.

Muçulmano xiita radical, o presidente iraniano também declarou publicamente: “Deterei o Cristianismo neste país”. Cristãos e pastores evangélicos vêm sendo perseguidos, torturados e mortos, “misteriosamente”, no Irã.

Nada disso, porém, desanima Lula. Seu governo, através da Petrobras, vem fazendo grandes investimentos no Irã, que precisa de recursos para seus ambiciosos “projetos”. Como a Petrobras é estatal e tudo o que é estatal vive também de nossos impostos, a realidade clara é que Lula está fazendo cada brasileiro investir involuntariamente no Irã. Segundo o jornal O Globo:

A Petrobras tem um contrato de US$ 32 milhões com o governo do Irã para explorar um bloco no Golfo Pérsico. Os investimentos podem atingir US$ 78 milhões se algo promissor for encontrado. A estatal negocia com os iranianos um contrato maior para explorar dois blocos no Mar Cáspio, que pode levá-la a investir nos próximos anos mais US$ 470 milhões no país.

Segundo o mesmo jornal, uma lista negra dos Estados Unidos que denuncia negócios com o Irã contém quatro países que financiam o terrorismo internacional: Coréia do Norte, Cuba, Síria e Sudão. Nessa lista está também a Petrobras. Durante o primeiro governo de Lula, a Petrobras também foi questionada sobre sua atuação em Cuba e na Líbia, ambos países com conexões com o terrorismo internacional.

Agindo com muito bom senso, o governo de George Bush vem tomando medidas contra o Irã. Uma dessas medidas é pedir aos governos de outros países que evitem fazer negócios com o Irã, a fim de não acabarem financiando os projetos do Irã, entre os quais está a construção de armas nucleares.

A matéria de O Globo diz mais: “O governo brasileiro tem manifestado indiferença diante dessas pressões. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva discutiu o assunto em março com o presidente dos EUA, George Bush, e saiu da conversa avisando que a Petrobras continuará investindo no país. Não temos nenhuma divergência política [com o Irã] e vamos continuar trabalhando junto naquilo que for de interesse do Brasil, disse o presidente. Nos últimos anos, o governo americano questionou a Petrobras sobre seus investimentos no Irã pelo menos três vezes”.

É claro, o governo Lula nega envolvimento com grupos terroristas. Mas suas ações falam mais alto do que suas palavras. Como o próprio Mahmoud Ahmadinejad, Lula também está desafiando leis muito mais elevadas.

Fonte: www.juliosevero.com.br; www.juliosevero.com

Leitura recomendada:

PT faz aliança com inimigos de Israel: quem se importa?

O que todo cristão precisa saber sobre Israel

Um comentário:

Anônimo disse...

A Petrobras é uma caixa-preta, que precisa ser aberta!! Acho que o povo brasileiro ficaria surpreso.