13 de junho de 2007

Ex-homossexual se candidata a vereador nos EUA

Ex-homossexual se candidata a vereador nos EUA

O ativista cristão competirá com outros para substituir lésbica em distrito com grande comunidade população homossexual

James L. Lambert
© 2007 WorldNetDaily.com

Um ativista cristão, que dá testemunho de que era homossexual, está concorrendo a uma vaga na Câmara Municipal da cidade de San Diego, Califórnia, EUA. Quem ocupa atualmente a vaga é uma lésbica.

James Hartline, que afirma ter passado por uma conversão dramática a Cristo sete anos atrás, está na linha de frente de muitas batalhas locais contra o ativismo homossexual, falando claramente contra os perigos do “estilo de vida gay”.

Ele vem contando de sua conversão tanto na mídia secular quanto religiosa nos Estados Unidos, inclusive no programa “Clube 700”.

Hartline está competindo por uma vaga que abrirá depois que o mandato da vereadora Toni Atkins terminar em 2008. Os vereadores de San Diego são limitados por lei a dois mandatos.

Hartline diz que ele agora rejeita uma vida de drogas e encontros sexuais descuidados, um tipo de vida que é muito comum “nas comunidades gays e seus clubes sexuais nos Estados Unidos”.

O Terceiro Distrito, onde Hartline está concorrendo, inclui a comunidade Hillcrest, conhecida por sua grande população homossexual. As duas últimas vereadoras do distrito são ambas famosas lésbicas do Partido Democrático.

Hartline reconhece que sua campanha enfrentará forte competição do poderoso lobby homossexual do distrito. Ele concorrerá como vereador pelo Partido Republicano na eleição de 2008.

Hartline disse numa declaração que ele está entrando na corrida para “mudar a monotonia política que está abafando a vontade do povo não só no distrito, mas também na cidade de San Diego”.

A equipe de campanha dele incluirá a analista legislativa Beverly Wyer, o jurista Robert Sutton e o investidor financeiro Chuck Stout.

O anúncio de Hartline provocou tumulto nos meios de comunicação homossexuais, inclusive o jornal Gay and Lesbian Times [Tempos Gays e Lésbicos], que expressou sua preocupação acerca de Hartline concorrendo para ocupar uma vaga tradicionalmente ocupada por ativistas homossexuais.

O ativismo de Hartline inclui expor publicamente vários pedófilos registrados que estavam ativamente envolvidos na parada anual de “orgulho gay”. Ele trabalhou com o gabinete do procurador municipal para alertar as autoridades acerca das ofensivas e abertas atividades sexuais numa sauna homossexual local, que fechou as portas em abril.

Hartline informou o público acerca de várias livrarias pornográficas locais localizadas perto de igrejas e escolas. Ele foi também manchete por expor que alunos de quinta série estavam envolvidos na parada anual de “orgulho gay”.

Ele também ajudou a atrair a atenção para a campanha para salvar um monumento cristão em San Diego. O monumento famoso estava sob ameaça por causa da ação legal de um ateu.

Traduzido e adaptado por Julio Severo: www.julisevero.com.br; www.juliosevero.com

Fonte: WND

Nenhum comentário: