9 de setembro de 2006

TV Record e sua novela com adultério homossexual: testando a paciência de Deus

TV Record e sua novela com adultério homossexual: testando a paciência de Deus

Julio Severo

A novela Cidadão Brasileiro, da TV Record, está testando para ver até onde vai o nível de tolerância do povo brasileiro. Segundo a revista Veja de 13 de setembro de 2006, Cidadão Brasileiro está apresentando “um triângulo amoroso bem arrojado para os padrões” das novelas: “Nilo ama Julieta, que ama Agnaldo, que ama Nilo…”

Veja nota que o “homossexualismo é um tema difícil na televisão” e que “ainda choca boa parte dos espectadores, e qualquer deslize na abordagem acarreta rejeição, como ocorreu em várias novelas”.

Contudo, o autor da novela introduziu o tema gay de um modo sutil, sem ver nenhuma oposição dos bispos da Record. Ele confessa, na matéria da Veja: “Eu me soltei mesmo. Até porque a emissora está aberta a novas experiências”.

Não é errado introduzir o tema gay numa programação de TV, desde que o conteúdo ofereça uma mensagem clara de esperança, libertação e restauração para as pessoas que estão no homossexualismo. Para quem diz ter compromisso com os valores da Palavra de Deus, é essencial acrescentar que Jesus Cristo é a única esperança para quem quer sair do homossexualismo.

Parece, porém, que Cidadão Brasileiro não tem compromisso com esses valores. Nem a Record e seus bispos.

É impróprio até para uma emissora secular abraçar a causa gay como normal. Mas é difícil entender como a TV Record (que pertence à Igreja Universal do Reino de Deus) pretende — para usar uma expressão sem rodeios — trabalhar ao mesmo tempo para Deus e o diabo. Nunca se poderia imaginar uma emissora que se diz evangélica tratando da questão homossexual numa mensagem de adultério que nenhum benefício trará às famílias.

Falta à Record e aos bispos que a controlam abrirem-se para novas experiências — com Aquele sobre quem eles tanto pregam. Outros até poderiam dizer que lhes falta vergonha.

Faria muito bem aos bispos da Record pensar mais em Deus do que em dinheiro. Do contrário, a programação de sua televisão testará a paciência não só do povo do Brasil e do povo de Deus, mas também do próprio Deus.

Fonte: www.juliosevero.com.br

5 comentários:

Anônimo disse...

Como posso acreditar nos valores atuais? Não existe coerencia, em quase nada que pregam atualmente, pois os homens, nao sao mais regidos por um assim DIZ O SEHOR. A infidelidade para com as coisa do ETERNO e o alvo prferido de quase todo mundo! Dificilmente alguem tem a coragem de pragar contra o adulterio, divorcio e 2° casmento, mesmo nas igrejas que pregam a "verdade". Sodoma e Gomorra já não pode ser sinonomo de um povo caido, quando comparado pelo procedimento do mundo atual. A igreja que deseja fazer a vontade do SENHOR, será perseguida. Voce conhece alguma?

Anônimo disse...

Se NÃO tivemos coragem de abominar o adultério e segundo casamento dentro das nossas igrejas como vamos ter coragem de condenar o HOMOSSEXUALISMO? O mundo anda a passos largos para o Inferno.
Logo logo, teremos direito de matar os nossos filhos, nossos velhos ,nossos doentes e de braços cruzados assistiremos TUDO, sem ter quem clame por justiça!
OH! voz que clama no deserto endireitai o caminho...

Marcello Guimarães disse...

Em se tratando da Igreja Universal, isso não me espanta nenhum pouco. Louvo a Deus pela eficácia da sua Palavra que fala até no inferno, quanto mais numa agencia infernal disfarçada de Igreja.

Magno disse...

16 Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?
17 Assim, toda árvore boa produz bons frutos; porém a árvore má produz frutos maus.
18 Uma árvore boa não pode dar maus frutos; nem uma árvore má dar frutos bons.
19 Toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada no fogo.
20 Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.
21 Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
22 Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres?
23 Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.

A própria Palavra de Deus é que vai julgar: Palavras de Jesus em Mateus 7:16-23

Anônimo disse...

jÚLIO por FAVOR pregue, escreva mais sobre ADULTÉRIO, Divórcio. O povo BRINCA com DEUS a todo momento, mesmo vendo o que anda acontecendo com a dita SOCIEDADE!
Os pastores NÃO querem perder seus $$$$$$$$$$$, e a igreja esta mergulhada em APOSTASIAS& APOSTASIAS! Muitos acreditam que seus casamentos adulteros tem a aprovação de DEUS, como se ELE tivesse anulado SUA própria LEI!