14 de abril de 2006

Vitória canadense para a liberdade dos cristãos: revogada decisão judicial igualando a Bíblia com literatura de ódio

Com o novo governo conservador no Canadá, algumas medidas radicais ocorridas durante o governo socialista anterior estão sendo revogadas. Vale a pena votar em governos conservadores. Com um governo socialista, o homossexualismo avança. Com um governo conservador, esse avanço é detido.

Julio Severo

Vitória canadense para a liberdade dos cristãos: revogada decisão judicial igualando a Bíblia com literatura de ódio

John-Henry Westen

REGINA, Canadá, 13 de abril de 2006 (LifeSiteNews.com) — Uma das decisões judiciais mais preocupantes contra a liberdade religiosa no Canadá foi revogada. O mais elevado tribunal da província de Saskatchewan revogou uma decisão de 2002 do Tribunal da Rainha que decidiu que um homem que colocou referências a versículos da Bíblia sobre o homossexualismo num anúncio de jornal é culpado de incitar ódio.

A decisão de 11 de dezembro de 2002 foi em resposta a um apelo de uma decisão de 2001 da Comissão de Direitos Humanos (CDH) de Saskatchewan que ordenou que tanto o jornal Saskatoon StarPhoenix quanto Hugh Owens de Regina pagassem $1.500 para três ativistas homossexuais por publicarem um anúncio no jornal de Saskatoon citando versículos da Bíblia com relação ao homossexualismo.

A comissão de direitos humanos, que estava investigando a questão, sustentou que o Sr. Owens havia violado o Código de Direitos Humanos de Saskatchewan. Esse código proíbe a publicação ou exibição de um sinal ou declaração que expõe ou tende a expor ódio, ou que ridiculariza, faz pouco caso ou de alguma outra forma afronte a dignidade de pessoas com base em vários motivos. Um desses motivos é a orientação sexual.

Em 1997, o Sr. Owens colocou um anúncio num jornal de Saskatoon que refletia suas opiniões com base religiosa sobre o homossexualismo.

O propósito de anúncio era indicar que a Bíblia diz “não” à conduta homossexual. O anúncio mostrava referências a quatro passagens da Bíblia: Romanos 1, Levítico 18:22, Levítico 20:13 e 1 Coríntios 6:9-10, do lado esquerdo. Um sinal de igual (=) estava situado no meio, com um símbolo no lado direito. O símbolo compreendia dois homens segurando as mãos com o símbolo universal de um círculo vermelho com uma barra diagonal sobreposta bem em cima.

Traduzido e adaptado por Julio Severo: www.juliosevero.com

Fonte: LifeSiteNews.com — 13 de abril de 2006.

Nenhum comentário: