14 de maio de 2005

Assim nasceu o moderno Estado de Israel

Assim nasceu o moderno Estado de Israel

A meia noite de 14 de maio de 1948, nasceu o Estado de Israel, que foi imediatamente reconhecido pelos Estados Unidos e pela União Soviética. Israel abrigou milhares de judeus perseguidos e desalojados durante a II Guerra Mundial, mas foi atacado no dia seguinte pelo exército transjordâniano, pela Legião Árabe, pelo Egito, pela Síria, pelo Líbano e pelo Iraque. Apesar de todos os inimigos e circunstâncias que estavam contra sua existência, Israel sobreviveu. Em novembro de 1948, o Presidente Harry S. Truman escreveu ao Dr. Chaim Weizmann, o primeiro presidente de Israel: “Quero lhe dizer que estou feliz e impressionado com o progresso extraordinário que o novo Estado de Israel está fazendo”. Em 1968, o Presidente Lyndon Johnson declarou: “Os EUA e Israel têm um amor em comum pela liberdade humana e pelo modo de vida democrático… Através dos séculos, durante sua dispersão e durante experiências bem dolorosas, seus antepassados mantiveram-se fiéis à sua identidade judaica e a seus laços com a terra de Israel. O profeta Isaías predisse: ‘Deus levantará uma bandeira como um sinal para ajuntar os povos de Israel e de Judá que estiverem espalhados pelos quatro cantos do mundo; ele os trará de volta para a sua terra’ [Isaías 11:12 BLH]. A História humana não conhece exemplo mais comovente de persistência em face das adversidades mais cruéis”.

Traduzido e adaptado por Julio Severo:
www.juliosevero.com.br

Fonte: Crosswalk - American Minute: May 14, 2005.

Um comentário:

Anônimo disse...

é um fato interessante saber que nunca na história da humanidade dois países democráticos entraram em guerra. Quem deseja a paz deve se posicionar contra os teocracistas, diatadores, juntas militares...
Abaixo o hamas, chaves,fidel...
Fico pensando o que aconteceria comigo caso fosse diante de uma embaixada em um país arabe e queimasse a bandeira deles.
(macktub)