27 de abril de 2005

Seminário teológico usa a Bíblia para promover o aborto

Seminário teológico usa a Bíblia para promover o aborto

Keith Peters, Washington, D.C., correspondente

RESUMO: Um grupo pró-aborto criou um curso teológico para pastores que são a favor do aborto.

Um curso que favorece claramente as questões reprodutivas (eufemismo para questões de aborto) estreou no Seminário Teológico de Chicago, mas muitos grupos pró-vida acham que esse curso não é bíblico nem teológico.

O currículo, chamado “Teologia e Escolha Reprodutiva”, terá como foco as perspectivas teológicas feministas, assistência pastoral, filosofia e ética. De acordo com a Coalizão Religiosa a favor da Escolha Reprodutiva, o curso é parte de uma iniciativa para preparar a próxima geração de pastores pró-aborto.

Parker Williamson, do Comitê Presbiteriano Leigo, o considera nada mais do que “uma apologia ao aborto”.

“Dizer que esse curso é teológico é usar o nome errado”, disse Williamson. “Não há ‘theos’ ou Deus nisso. Deus, para a Coalizão Religiosa a favor da Escolha Reprodutiva, não é nada mais do que o imperioso ‘eu’. É tudo sobre ‘mim’. É tudo sobre ‘minha escolha’”.

Dr. Randall O’Bannon, do Comitê Nacional do Direito à Vida, comentou que não há nada importante e verdadeiramente objetivo no curso.

“Não vejo nada nesse curso que fale sobre a santidade da vida ou do desenvolvimento fetal”, observou. “Não vejo nada aqui que fale sobre nossa obrigação de amar nosso próximo”.

Muitas vezes, ele acrescentou, a frase “escolha reprodutiva” é simplesmente um eufemismo para pessoas que não se responsabilizam por suas escolhas. “(É uma palavra código que esconde o fato de) que podemos simplesmente criar uma vida humana e então, por qualquer motivo que sintamos ser importante, decidir destruir essa vida humana”, declarou O’Bannon.


Traduzido e adaptado por Julio Severo: http://www.juliosevero.com.br

Fonte: CITIZENLINK, Feb. 23, 2005.

Nenhum comentário: