28 de abril de 2005

Nova Era e eutanásia

Nova Era e eutanásia

Michael Schiavo, o marido adúltero que queria a qualquer custo a morte da esposa, teve a ajuda de um conhecido ativista da eutanásia nos EUA: o advogado George Felos. O Dr. Felos passou anos lutando para que os tribunais americanos condenassem Terri Schiavo a morrer de fome e sede. Utilizando linguagem suave e enganosa, Felos conseguiu iludir muitas autoridades e juizes.

Muito antes de ajudar o adúltero Michael Schiavo, Felos já fazia campanhas pela eutanásia. Ele é autor do livro Litigation as Spiritual Practice, publicado em 2002, em que ele descreve como, através de um médium espírita, uma paciente em estado vegetativo pediu que a ajudassem a morrer.

Apesar de que a imprensa noticiou amplamente o caso de Terri Schiavo, nada foi mencionado sobre o fato de que George Felos é seguidor da Nova Era. A espiritualidade dele jamais foi citada.

Richard Land, diretor da Comissão de Liberdade Religiosa e Ética da Convenção Batista do Sul dos EUA, disse que o caso Terri Schiavo representou o "confronto de duas civilizações bem diferentes -- a civilização judaico-cristã, que é baseada na santidade da vida humana, e a civilização relativista neopagã, que valoriza apenas a qualidade de vida".

http://www.juliosevero.com.br

Mais informações aqui:
http://www.wnd.com/news/article.asp?ARTICLE_ID=43594

Nenhum comentário: