29 de dezembro de 2004

Perseguição no Ocidente?

Escuras Nuvens de Perseguição Começam a Aparecer no Horizonte do Ocidente

Apesar de séculos de história cristã, os países europeus e as nações ocidentais em geral estão gradualmente se distanciando de suas raízes cristãs e aceitando as posições secularistas, de acordo com a Comissão de Liberdade Religiosa (CLR) da Aliança Evangélica Mundial (AEM).

Kenneth Chan

“Hoje é mais difícil para os cristãos expressarem livremente sua fé ou para os pastores cristãos pregarem a Bíblia sem serem criticados, multados, processados ou até mandados para a prisão”, relatou a CLR.

Embora a maioria das pessoas tenda a pensar que os cristãos só são perseguidos em países muçulmanos ou comunistas, a CLR disse que em muitos países pós-cristãos a palavra ‘perseguição’ poderá logo ser uma nua realidade, pois a maioria religiosa cristã está se tornando cada vez mais uma minoria indesejada. “Essa tendência não é tanto devido ao grande número de indivíduos migrando de países não cristãos. É devido mais à falta de vontade da população de manter sua antiga herança cristã”, declarou a Comissão em seu Boletim de Oração.

“Embora uma sociedade humanista pós-cristã possa ainda aceitar as tradições culturais cristãs como coisas que distraem e relaxam, as tradições morais e espirituais cristãs estão sendo rejeitadas como intolerantes e antiquadas”, acrescentou a CLR.

De acordo com a Comissão, alguns líderes cristãos em anos recentes vêm expressando uma preocupação cada vez maior com a diminuição da influência cristã no mundo e com o crescimento da hostilidade do mundo para com a fé cristã.

Em março de 2004, o Rev. Bob Frost, Presidente de Release International com sede na Inglaterra, disse sobre seu país e a Europa: “Estamos mais perto hoje da perseguição do que em qualquer outra época em toda a minha vida”.

Além disso, Frost declarou que os cristãos precisam se preparar para perseguições logo, pois em muitos países da Europa estão sendo impostas restrições sobre a liberdade religiosa.

Agências de notícias informam que na Europa de hoje “os cristãos são zombados por sua fé. Muitos casais jovens cristãos são isolados pela sociedade se eles querem muitos filhos. Os que se opõem ao ‘casamento’ homossexual são considerados intolerantes”.

Enquanto isso nos EUA, o Instituto Legal de Liberdade (ILL) com sede no Texas — que luta para proteger a liberdade religiosa e os direitos da Primeira Emenda para indivíduos, grupos e igrejas — apresentou a alguns membros do Senado o Documento sobre Hostilidade à Expressão Religiosa em outubro de 2004. O documento mostra detalhadamente os casos de discriminação e hostilidade para com crentes. De acordo com a CLR, especialistas do ILL acham que há uma campanha cujo objetivo é eliminar toda expressão religiosa da esfera pública. Num incidente registrado, um estudante de 12 anos foi repreendido em sua escola na cidade de St. Louis por orar silenciosamente antes da refeição. Uma menina no Colorado foi expulsa da escola por levar uma Bíblia para a sala de aula. A CLR informa que até professores podem sofrer por causa de sua fé.

“Esse secularismo e intolerância crescente é principalmente óbvio em todos os níveis da educação”, escreveu a CLR.

Em novembro de 2004, um professor de história na Califórnia foi proibido de mencionar os documentos históricos em que Deus é citado, tais como parte da Declaração de Independência e o diário de George Washington.

“Cada vez mais, os cristãos do Ocidente precisam se conscientizar do perigo que está para vir e se preparar. O que o Ocidente mais precisa, urgentemente, é de um verdadeiro reavivamento spiritual”, disse a CLR.


Texto traduzido e adaptado por Julio Severo: www.juliosevero.com.br

Fonte:
http://www.christianpost.com/article/missions/1331/section/persecution.looms.in.the.west.says.commission/1.htm

Nenhum comentário: