14 de outubro de 2004

Anjos salvaram a vida de Reagan?

Anjos salvaram a vida de Reagan?
Livro dá detalhes de 2 encontros em experiências em que Reagan quase morreu


© 2004 WorldNetDaily.com

Duas vezes o Presidente Ronald Reagan enfrentou experiências que lhe ameaçaram a vida e duas vezes ele teve encontros com seres angélicos que o confortaram e ajudaram a vencer suas crises médicas, revela um novo livro,
“Hand of Providence: The Strong and Quiet Faith of Ronald Reagan,” escrito por Mary Beth Brown.

Em 30 de março de 1981, depois de levar um tiro de John Hinckley, Reagan estava com dificuldade de respirar. A situação era grave e ele estava lutando para não morrer. Sua pele tinha ficado tão pálida, lembra-se Nancy Reagan, que “Ele estava com a cor de uma folha de papel branco, e havia sangue seco ao redor da boca dele”.

Mais tarde Reagan recordou de estar na maca orando. Meio consciente, ele percebeu que alguém estava segurando a mão dele.

“Era uma mão feminina suave”, escreveu ele em sua autobiografia intitulada “An American Life”. “Senti a mão aparecer e tocar a minha mão e então me segurar firme. A mão feminina me deu uma sensação maravilhosa. Até hoje acho difícil explicar a maravilhosa sensação de segurança e calma que senti”.

Apesar de grandes tentativas de descobrir quem estava segurando a mão dele, ninguém no hospital conseguiu ajudar o presidente.

Os filhos de Reagan crêem que as enfermeiras misteriosas que ajudaram seu pai a vencer essa tribulação mortal eram anjos.

“[Minha irmã] Patty acredita que elas eram anjos, e eu também creio”, disse Michael Reagan, que escreveu a introdução do livro “Hand of Providence”.


O presidente havia tido uma experiência semelhante quando estava seriamente doente de pneumonia viral muitas décadas antes. Ele vinha trabalhando num filme com Shirley Temple quando ficou gravemente enfermo.

Ele relatou que tremia de calafrios e ardia de febre dia e noite. Sua temperatura continuou subindo e ficou difícil respirar.

“Finalmente, decidi que eu ficaria melhor se parasse de respirar”, recordou Reagan. “Não sei que hora da noite era quando contei para a enfermeira que eu estava cansado demais para respirar. ‘Ora, libere o ar’, dizia ela. ‘Vamos respirar mais uma vez’”.


A enfermeira o incentivou a noite inteira, e Reagan diz que decidiu continuar respirando por cortesia à enfermeira.
Mais uma vez, apesar de suas tentativas de agradecer à enfermeira misteriosa, Reagan jamais conseguiu localizá-la. Isso levou os membros da família a considerar outras possibilidades — tais como visitações angélicas.


No livro “Hand of Providence”, Mary Brown defende o argumento de que o ingrediente secreto da presidência espantosamente bem-sucedida de Reagan é a profunda fé evangélica dele, um fato que jamais investigaram totalmente antes nos artigos e livros escritos sobre ele.

Reagan é considerado o mais popular e moderno dos presidentes americanos, conforme pesquisas de opinião pública. No entanto, a maioria dos biógrafos ainda o acha um enigma.

O motivo, como conta Brown, é que ninguém deu atenção à fé do presidente. “Hand of Providence” investiga a vida e personalidade de Ronald Reagan concentrando-se nas convicções cristãs profundas que ele tinha, e mostrando que foi fé em Jesus que guiou Reagan em sua distinta carreira política e o conduziu a seu sucesso sem precedentes.

Depois de quase morrer na tentativa de assassinato em 1981, Reagan declarou publicamente que o restante de sua vida pertencia a Deus. Ele foi o primeiro presidente a escrever um livro evangélico enquanto governava. O título do livro é Aborto e a Consciência da Nação, que defende a vida inocente dos bebês em gestação contra a prática médica do aborto.


Traduzido e adaptado por Julio Severo, http://www.juliosevero.com.br

Fonte: http://www.worldnetdaily.com/news/article.asp?ARTICLE_ID=37509

Um comentário:

Anônimo disse...

Caro Júlio

A Paz de Cristo!

Achei muito interessante esse relato. Acredito na possibilidade da intervenção de anjos na nossa vida, pois a própria Bíblia relata essas intervenções. Por outro lado, certa vez ouvindo a palestra de um padre sobre os anjos ele explicava que a Bíblia sempre representa os anjos como homens, apesar de os anjos não terem sexo, pois são seres espirituais. Eu acho, portanto, que não foram anjos que visitaram o presidente Reagan.