13 de maio de 2004

A Bíblia e o homossexualismo

A Bíblia e o homossexualismo

Julio Severo

Alguns em nossa época insinuam que a Bíblia é ambígua com relação à questão homossexual. Dizem que são cristãos e acreditam em Deus, porém pensam que a Bíblia não dá respostas claras sobre o homossexualismo.

O cristão verdadeiro não gosta de se envolver em discussões, porém o que há para discutir? A Bíblia não é suficientemente clara? O Antigo Testamento classifica o homossexualismo como abominação, um dos pecados que Deus odeia. O Novo Testamento considera o homossexualismo como paixão vergonhosa e contra a natureza, com seus atos indecentes e perversão (veja Romanos 1:26-27), e alerta que todos os que o praticam perdem o direito de entrar no Reino de Deus (veja 1 Coríntios 6:9-10).

Os ativistas gays não querem acreditar nisso. Talvez até você não acredite nisso. Mas isso não muda a realidade: a Bíblia é clara sobre essa questão. Não há nada na Palavra de Deus sugerindo que Deus pode ter mais de um posicionamento sobre o homossexualismo.

Vamos então a um estudo bíblico bem básico.

No Antigo Testamento Deus diz: “Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; é abominação”. (Levítico 18:22 RA)

Para mim, o que Deus declara nessa passagem parece ser perfeitamente claro. Talvez você tenha outra interpretação. Com certeza, os militantes gays têm. No capítulo 18 do livro de Levítico, Deus afirma que as práticas homossexuais, e outros pecados que ele vê como abominação, contaminam a terra, expondo-a a maldições. De acordo com a Bíblia, a maior causa de tragédias nacionais, como secas, é provocada pela tolerância ao pecado.

Então no Novo Testamento, Paulo escreve:

“Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos e trocaram a glória do Deus imortal por imagens feitas segundo a semelhança do homem mortal, bem como de pássaros, quadrúpedes e répteis. Por isso Deus os entregou à impureza sexual, segundo os desejos pecaminosos do seu coração, para a degradação do seu corpo entre si. Trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram a coisas e seres criados, em lugar do Criador, que é bendito para sempre. Amém. Por causa disso Deus os entregou a paixões vergonhosas. Até suas mulheres trocaram suas relações sexuais naturais por outras, contrárias à natureza. Da mesma forma, os homens também abandonaram as relações naturais com as mulheres e se inflamaram de paixão uns pelos outros. Começaram a cometer atos indecentes, homens com homens, e receberam em si mesmos o castigo merecido pela sua perversão”. (Romanos 1:22-27 NVI)

Apesar das muitas tentativas de teólogos pró-homossexualismo de distorcer a Palavra de Deus, ainda não apareceu nenhum que pudesse apresentar um único versículo que indique uma posição de Deus mais “tolerante” para com o homossexualismo.

Falando de modo geral, o melhor que os ativistas gays conseguem sugerir é que Jesus nunca falou nada contra o homossexualismo.

Há dois problemas com relação a esse tipo de pensamento.

Primeiro, as leis do Antigo Testamento são declaradamente contra o comportamento homossexual. Então, qual é a posição de Jesus com relação a essas leis? Ele mesmo diz:

“Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas; não vim para revogar, vim para cumprir. Porque em verdade vos digo: até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da Lei, até que tudo se cumpra”. (Mateus 5:17-18 RA)

Jesus não veio destruir o Antigo Testamento, mas cumpri-lo. Portanto, ele nunca contradisse as leis do Antigo Testamento, fossem sobre estupro, assassinato ou homossexualismo. Pelo contrário, ele costumava citar, ensinar, explicar e confirmar o Antigo Testamento. E não podia ser diferente, pois ele é a própria Palavra de Deus.

Segundo, Jesus deixou bem clara sua posição sobre a sexualidade humana. Ele disse:

“Não tendes lido que, no princípio, o Criador os fez macho e fêmea e disse: Portanto, deixará o homem pai e mãe e se unirá à sua mulher, e serão dois numa só carne? Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não separe o homem”. (Mateus 19:4-6 RC)

Nessa passagem, Jesus ensina e confirma que o Criador criou na humanidade apenas macho e fêmea. Citando o livro de Gênesis no Antigo Testamento, ele mostra que a sexualidade humana envolve exclusivamente homem e mulher e seu chamado para o casamento, onde se tornam uma só pessoa diante de Deus. Assim, por determinação divina, o chamado para o casamento e sexo tem alvo específico: o homem e a mulher. A única isenção que Jesus concede é para os eunucos, pessoas que fizeram o compromisso de renunciar ao casamento a fim de dedicar a vida completamente para o serviço de Deus. Eunucos também são as pessoas que, por algum acidente ou deficiência física, não podem gerar nova vida. Jesus nunca insinuou que os homossexuais, lésbicas, transexuais, travestis ou bissexuais são eunucos ou estão incluídos no chamado de casamento e sexo que Deus deu à humanidade.

Ainda que os ativistas pró-homossexualismo ensinem que é possível crer na Bíblia e no homossexualismo como uma conduta aceitável, a Palavra de Deus não dá espaço para dúvidas e para outras interpretações na questão da relação entre homens e mulheres. Enquanto eles se esforçam para encontrar um só versículo que apresente o homossexualismo como algo diferente de abominação, vergonha e perversão, podemos fazer a escolha de crer na Bíblia ou não.


Contudo, o que não podemos fazer é afirmar que a Palavra de Deus diz sobre o homossexualismo algo que realmente nunca disse.

Texto baseado no artigo The Bible and homosexuality, escrito por Joseph Farah, dono do site de notícias
www.wnd.com Uma versão deste artigo, escrita por Julio Severo, foi publicada pela primeira na revista Defesa da Fé de maio de 2004, pelo Instituto Cristão de Pesquisas. Copyright 2004 Julio Severo. Proibida a reprodução deste artigo sem a autorização expressa de seu autor. Julio Severo é autor do livro O Movimento Homossexual, publicado pela Editora Betânia. Se desejar publicar este artigo em seu site ou revista, entre em contato com o autor. Para mais informações: http://www.juliosevero.com.br

4 comentários:

Leny35 disse...

A bíblia que é palavra de Deus é clara em dizer que o homossexualismo é consequência do pecado da idolatria, e o texto de Romanos 1:18-27 é claro em dizer que tais homens são indesculpáveis recebem em si mesmos a merecida punição, a AIDS é um reflexo desse ato corrupto. A Bíblia é clara em dizer aquilo que o homem semear, também ceifará de Deus não se zomba, Gálatas 6:6-8. Em João 14:21 Jesus diz aquele que me ama guarda os meus mandamentos, e será amado de Deus, e se manifesta através do Espírito de Deus, que em nós testifica a verdade. Deus não é Deus de confusão, sem fé é impossível agradar a Deus, a fé sem obras é morta.
Quem está controvertendo essa questão ou assunto têm o livre-arbítrio, más é insensato, e nisso não há paz.
Rosa-BH-MG, Brasil

Israel1 disse...

Onde estão os Lideres ou representantes das igrejas do brasil aqui na terra, pois Deus cobrará deles a omissão diante de tantas barbaridades.

nas próximas eleições vamos escolher melhor os govenantes deste País. Pois como dizem, o Povo merece o governo que tem.

Júnior Goiânia disse...

PARABÉNS PELA MATÉRIA, NÓS ESCOLHEMOS AS PESSOAS QUE ESTÃO NO PODER, VAMOS COBRAR DELES UMA POSIÇÃO, SOU CONTRA O HOMOSSEXUALISMO, DEUS AMA O HOMOSSEXUAL, MAS NÃO ACEITA TAL PRÁTICA, A MATÉRIA ACIMA FUNDAMENTA TUDO ISTO QUE ESTOU DIZENDO, QUANTO A LULA, SÓ ESTA DIZENDO ISTO AGORA, POIS NA CAMPANHA FICOU IMPARCIAL, MAS QUEM ELE APOIAR COM CERTEZA TAMBÉM APAOIARÁ ESTA IDÉIA, É HORA DE DARMOS UMA RESPOSTA NAS URNAS.

manoel basilio disse...

Muito portuno esse artigo. E, de quebra, agora, vem-nos a notícia (e informação) de que o ministrado da Saúde, Temporão, com o apoio do chefe maior (Lula) está comprando 1 bilhão de camisinhas, além de um tal de 15 milhões de sachês de gel lubricante à base de água, o conhecidos KY, geralmente usado para facilitar o sexo anal (o edital completo está em link no final deste artigo), por uma soma fantástica de reais.
É lamentável esse governo estar gastando (torrando mesmo!) o dinheiro que arrecada de nós brasileiros, e o pior, nada podermos fazer.
Somente a graça de Deus para fazer com que possamos suportar tais afrontas.
Manoel Basílio - Campina Grabde (PB)